Vitor

Vitor


victor.marcos@jornalcaicara.com.br
Colunas
Tiros. Correria. Gritos. Desespero. Sangue. Morte. Palavras duras que bem combinam com narrativas de guerra foram vinculadas, na última semana, a um ambiente escolar localizado em Suzano, cidade da Grande São Paulo. Que tal acontecimento provoque espanto e consternação gerais é compreensível, e meus pensamentos estiveram com as vítimas de tão funesto acontecimento, e com seus familiares. Mas, passado o choque da notícia, é preciso convocar a razão ao trabalho para constatar, em um primeiro momento, que não é a primeira vez que alunos ou ex-alunos voltam as suas escolas para abrir [...]
Nunca deixarei de me espantar com o nível de incoerência demonstrado repetidas vezes por setores da sociedade brasileira. Suas ações e decisões francamente seriam dignas de riso, não estivéssemos imersos nesta mesma sociedade sujeitos, portanto, às consequências de tais absurdos. Hoje, mais uma vez, a causa do espanto é a completa falta de lógica discursiva, infelizmente levada às raias das decisões práticas. Afinal de contas, alguém em posse de sua sanidade completa pode explicar como podem seres humanos racionais saudar o novo, comemorar a nova era, ansiar pela construção [...]
Fim de ano é sempre a mesma coisa. Confraternizações (muitas vezes entre pessoas que passam o ano inteiro à base de “bom dia” e “boa tarde”), corridas às lojas para as tradicionais compras de presentes, ceia farta, amigo secreto, e promessas para o próximo calendário. Aconteça o que acontecer, o roteiro é o mesmo. Não há crise econômica capaz de alterar o gosto dos seres humanos pelos inúteis e irritantes fogos de artifício ou pela mania de fazer planos nascidos para não serem cumpridos. Eu, o leitor assíduo desta coluna bem o sabe, não compartilho do mesmo gosto. [...]

Carregando...