Busca do retorno para a escola não para mesmo no final do ano

A Vara da Infância e Juventude realizou na tarde do dia 12 de dezembro, o último encontro do Projeto Escola de Pais –  Projeto de Combate à Evasão Escolar do ano de 2018, com a finalidade de orientar as famílias acerca da importância do retorno das crianças e adolescentes aos bancos escolares, aproveitando o período de final do ano letivo, quando as escolas realizam cronograma para rematrículas, matrículas e reserva de vagas.

O Juiz de Direito da Vara da Família, Infância e Juventude, Carlos Mattioli, conversou com as 60 famílias presentes acerca das possíveis consequências do afastamento do público infanto-juvenil dos bancos escolares, bem como das vantagens de permanecer na escola, enfatizando a instituição escolar como um espaço de promoção da cidadania dentro do sistema de proteção e atendimento a infância e juventude para além da sua principal função com o ensino e aprendizagem.

Os grupos de orientação foram conduzidos pela equipe de Psicologia do SAIJ – Serviço Auxiliar da Infância e Juventude, onde as famílias puderam tirar dúvidas, socializar experiências e receber orientações coletivas antes do encaminhamento individual dos casos de forma a garantir as demandas subjetivas de cada família. Também participou da promoção dos trabalhos o Núcleo Regional de Educação. Texto e Fotos: Pedagogia do CEJUSC

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...