Clássico de Sartre viaja o Paraná pelo Circuito Cultural do Sesi

 

Montagem de Enio Carvalho para “Huis Clos” coloca em cena discussões latentes na sociedade

Uma das obras teatrais consagradas de Jean-Paul Sartrevisitaráo interior do Paraná no mês de setembro, em uma iniciativa do Circuito Cultural do Sesi. O texto é “Huis Clos” (Entre Quatro Paredes – em português) e a montagem e adaptação são do diretor Enio Carvalho. O espetáculorevisitao clássico do dramaturgo e filósofo francês a fim de discutir questões extremamente atuais. A peçaserá apresentada com entrada franca em 13 cidades do estado entre os dias 10 a 27.

Huis Clos (“Entre quatro paredes”, em português) é uma peça teatral escrita durante a Segunda Guerra Mundial, no ano de 1944. A obra é uma das marcas  artísticas do pensamento existencialista de Sartre. O drama é representado em um ato, por três atores que interagem em um único ambiente durante todo o enredo: o inferno.

No texto do filósofo, o cenário escolhido para a trama se difere da crença clássica cristã,sendo definido por um quarto fechado onde os três personagens principais devem conviver.O conflito da peça se instaura pelas diferenças gritantes entre os três mortos que acabam de adentrar no inferno: uma burguesa, uma lésbica e um escritor frustrado. Uma das máximas do texto se encontra na fala do escritor que, em dado momento, afirma: “o inferno são os outros”.

De acordo com o diretor Enio Carvalho, a obra é um rico material para a discussão de graves e traumáticos problemas enfrentados pela sociedade atual: “a morte, os direitos individuais de manifestação, a liberdade sexual, questões religiosas, o comportamento social e suas reformulações e as atuações políticas. São colocadas em cena questões cruciais postas ao nosso enfrentamento opinativo dia a dia”.

O espetáculo passará pelas cidades de Quedas do Iguaçu (10.09), Marechal Cândido Rondon (11.09), Cascavel (12.09), Foz do Iguaçu (13.09), Medianeira (14.09), Toledo (17.09), Dois Vizinhos (19.09), Pato Branco (20.09), Palmas (21.09), Guarapuava (24.09), União da Vitória (25.09), São Mateus do Sul (26.09) e Mandirituba (27.09). O Sesi Cultura pede a doação voluntária de 1kg de alimento não perecível na ocasião. As doações podem ser entregues no dia do espetáculo, na bilheteria dos teatros, uma hora antes do início da peça.

SERVIÇO

O CIRCUITO CULTURAL DO SESI CULTURA PARANÁ APRESENTA:

Espetáculo “Huis Clos – Revisitando Sartre”

Data: de 10 a 27 de setembro

Classificação: 14 anos

Valor: ingresso solidário. O Sesi Cultura Paraná pede a doação voluntária de 1kg de alimento não perecível a ser entregue na bilheteria dos teatros em dia de espetáculo com uma hora de antecedência.

FICHA TÉCNICA

Direção e adaptação: Enio Carvalho

Elenco: Rafael Camargo, Christiane de Macedo, Pagu Leal, Bruno Rodrigues

Produção: Dimas Bueno

Operação de Luz: Nadia Luciani

Operação de Som: Chico Nogueira

Contra-regragem: Thiozer Nunes

 

Mais informações:

www.sesipr.com.br/cultura /www.facebook.com/sesiculturapr

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2017, mais de um milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de oito mil ações culturais realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de uma forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...