Volta às aulas.

Volta às aulas.

11 de agosto de 2017 // 0 Comments

  Terminaram as férias de julho. Gosto de férias. Gosto da volta às aulas. Primeiro dia, agosto, todo mundo com novidades e querendo falar ao mesmo tempo. Um burburinho só.  Volta às aulas. Terminaram as férias de julho. Gosto de férias. Gosto da volta às aulas. Primeiro dia, agosto, todo mundo com novidades e querendo falar ao mesmo tempo. Um burburinho só. –Bom dia, diz alegremente o professor sala adentro. Como todos estão felizes e, me parece, cheios de histórias, vamos [...]

PÉS DESCALÇOS (lembranças de infância)

7 de julho de 2017 // 0 Comments

Era um sábado de outono em abril de 1960, que acordou aborrecido, céu carrancudo, nuvens pesadas e escuras pintadas de cinza. Logo vi que os planos deveriam ser refeitos. Futebol no campinho de rala grama e farta terra nem pensar. Olho pela janela e amigo algum vejo pelas ruas. O que fazer? Bem, deixar o dia acontecer, torcendo para que a chuva não chegue ou pelo menos que venha só ao anoitecer. Maldição! Nem bem cortei uma bela fatia de broa ainda quente e úmida e tchucabrum! Começou! [...]

BENEVOLÊNCIA

30 de junho de 2017 // 0 Comments

O Brasil atravessa um longo período em busca da purificação na tentativa de resgate da moral e da ética de uma nação espoliada. O Ministério Público Federal e a 1ª Instância da Justiça Federal baseadas na República Popular de Curitiba comandam a força tarefa da Lava Jato procurando a verdade.  O Brasil atravessa um longo período em busca da purificação na tentativa de resgate da moral e da ética de uma nação espoliada. O Ministério Público Federal e a 1ª Instância da [...]

VAI SER FELIZ…

23 de junho de 2017 // 0 Comments

“Quando se bota um passarinho numa gaiola, pela primeira vez, ele rebela-se. Pelo menos, no principio. Mas se o passarinho for colocado num viveiro bastante grande, se tem tudo de que precisa: um (a) companheiro (a), sementes, água e gravetos, tudo de que necessita para viver, acaba por esquecer que algum dia foi livre.” – *Agatha Christie – Um destino ignorado “Quando se bota um passarinho numa gaiola, pela primeira vez, ele rebela-se. Pelo menos, no principio. Mas se o [...]

PACTO

16 de junho de 2017 // 0 Comments

  Não sei se navegamos na produção de Stanley Kubrick e Arthur Clarke ou vivemos dentro de uma obra de Salvador Dali. Sei e sinto que flutuamos no cosmo desconhecido e que sequer podemos imaginar a dimensão surreal e profundidade que alcançaremos nas revelações que ainda nos serão dadas a conhecer.Ao me referir a Kubrick e Dali o faço para ilustrar nosso parco conhecimento cultural e dificuldade de compreensão que sentimos ao contemplar tais obras. Admiramos, mas dificilmente [...]

O verdadeiro empresário

9 de junho de 2017 // 0 Comments

Dias atrás coloquei que com as revelações na Lava Jato conseguimos identificar “cafajestes revestidos de empresários”. E que cafajestes! Em comentário de Maurício Ricardo (charge.com.br) que tive a oportunidade de ouvir, ele coloca que o empresário é visto como sugador do suor do trabalhador, sonegador de impostos, que paga uma carga tributária absurda e qualquer ação trabalhista dá-lhe perda de causa – quase que invariavelmente. Que empresário, esse herói que gera [...]

À Família Caiçara!

26 de maio de 2017 // 0 Comments

Agradeço a oportunidade de poder inserir alguns escritos em um Jornal que Professa a Verdade, Insinua o Belo e Advoga o Bem. Não sou escritor, apenas tenho períodos de inspiração, anseios e indignação, o que me proporciona vontade de empunhar A Caneta de Meu Pai. Não tenho regularidade, apenas o rio que às vezes corre por meu ser flui com maior vazão e para não sair da caixa, escrevo, muito mais para mim que para outros. Por vezes poder tornar isso público me faz bem. Sou de [...]

Mestre do mal

24 de maio de 2017 // 0 Comments

Finalmente revelado o que há muito se sabia: governos sempre foram escolhidos e seus representantes plantados na estrutura pública pelas grandes corporações. Políticos foram transformados em presidentes, diretores, superintendentes e gerentes no comando de estados, municípios e no Planalto Central como se dirigissem empresas privadas respondendo a um só patrão: cafajestes revestidos de empresários. Governos a serviço de interesses privados para garantir o controle do poder político [...]
Carregando...