A Justiça e seus cafetões

Um covil se faz com seus lobos e sua matilha. Sempre que acordo com as notícias desta terra em que dizem ter parido Deus, fico reduzido a uma pasta demencial. Não consigo reagir na mesma hora. Fico pensando quilos e litros e o epílogo é sempre o mesmo: não vejo saída. O Brasil é o país dos bandidos que mandam e desmandam na Justiça. Essa senhora, que foi a esperança de alguns, agora anda com a coleira da vergonha e lingerie de couro aguardando sua próxima prostituição.
Quando finalmente os poucos neurônios ativos começam a desengasgar, penso: “Lá vem mais um dia chutado no traseiro”. Não há possibilidade de pensar diferente quando se ouve isto: “Prefeitura do Rio de Janeiro autoriza moradores a cercar ruas e bairros contra a violência”. Mais interessante quando a tela se enche com mais um “social” disparando que isso tira o direito de ir e vir do cidadão.
Vamos lá: as autoridades perderam o controle sobre o bandidagem – na maioria das vezes fazem parte dela – e, quando a população busca uma solução, vem a turma dos direitos – que nada sabem sobre deveres – detonando um trabalho que em nada restrige o acesso às pessoas de bem. É só se identificar e seguir em frente, não? Não? E o controle que temos em nossos Ips (celulares, notes, PCs), não diz nada a ninguém? Já somos prisioneiros quando usamos nossos cartões de crédito, quando liberamos nossos CPFs em postos de combustíveis e o escambau. Somos filmados até quando vamos para o boteco.
Esses sociais são uma piada de mau gosto. Ir e vir? E quando pagamos pedágio, nosso direito de ir e vir fica onde? Por quê não fazem uma megaoperação para baní-los? Esse é o Novo Mundo, cheio de bandidos lá fora e muitos juízes trabalhando arduamente para mantê-los livres.
Tive mais um exemplo de como a justiça tupiniquim é a mãe dos bandidos políticos e empresários. Caixa-Dois não será mais passível de cadeia. Em vez do xadrez, os nobres e imaculados réus terão penas alternativas (serviços comunitários), retificação de contas e devolução do dinheiro não declarado aos paspalhos dos eleitores. Mais ainda: o processo penal ficará paralizado e arquivado se não houver novas provas.
Imaginando que a matéria seria encerrada por aí, vem o ex-ministro do TSE Henrique Neves e diz que isso desafoga a justiça. Arrá! Finalmente admitem que a Justiça não tem como fazer justiça. Tudo é baseado nesse desculpismo pelego e ordinário, que contaminou a magistratura brasileira em todos os seus patamares quando envolve políticos.
Obviamente sou leigo e muitos bacharéis em Direito vão dizer que nada sabemos sobre leis. Mas sabemos o que é filhadaputice. Eles sabem sobre brechas nas leis que libertam bandidos mandatários. Agora que a Justiça assumiu sua prostituição, os cafetões estão cada vez mais poderosos.
************************
Michelzinho Temer sofre derrota na Reforma da Previdência. Não sei porque tanta euforia. Daqui para frente ele terá sucesso no máximo em jogo de porrinha. Mas só se jogar com a Marcela.
*************************
Efeito Joésley Batista ainda rende muito. Qualquer imbecil percebe que o cara está a serviço da quadrilha. Se Temer é o chefe da maior quadrilha do Brasil, Lula é o quê? Não sabia que havia disputa entre os dois até nisto.
************************
Imaginando a cena: na mesma cela, Lula, Aécim e Michelzinho. Para completar o inferno que nem mesmo o diabo colocaria os pés, só a chegada de Renan Calheiros e José Sarney. E nem vem dizer que não posso imaginar isso, é uma das poucas coisas que nos restam.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...