A palavra leva acento?

Como você acentuaria as seguintes palavras: CHAPEU – HEROIS – URUBU – ABACAXI – JIBOIA – ORFÃO – RUBRICA – GRATUITO – ENJOO – POR – INTERIM – PESSEGO – TREM – MAS?
Nem todas as palavras são escritas com acento. Graficamente, marcamos algumas com acentos (agudo, circunflexo e grave) e com sinais (til, trema e apóstrofo). Mas as palavras recebem também acentuação fonética. Explicando melhor: Quando há duas sílabas ou mais, sempre há uma sílaba tônica, que é pronunciada mais intensamente – essa é a acentuação fonética. Portanto, acabamos com muitas dúvidas referentes ao uso de acentos gráficos porque as palavras apresentam acentuação na fala, mas nem sempre na escrita.
CHAPÉU – É uma palavra oxítona, porque a última sílaba é a tônica (acentuada na fala). Como termina num ditongo aberto (fala-se É e não Ê), recebe acento gráfico. Então por que a palavra ANEL não é acentuada graficamente? Porque E + L não formam ditongo, apesar de nós as pronunciarmos da mesma forma que E + U.
HERÓIS – Recebe acento pelo mesmo motivo que CHAPÉU, mesmo estando no plural.
URUBU – Muitas palavras oxítonas não são acentuadas graficamente. É o caso das que terminam em U, como com o nome do nosso rio, IGUAÇU.
ABACAXI – A finalização em I é mais um caso em que as palavras oxítonas não recebem acento gráfico. Seguem a mesma regra as nossas conhecidas: GURI e SACI.
JIBOIA – Esta é uma palavra paroxítona, em que a penúltima sílaba, e não a última, é pronunciada mais intensamente. Via de regra, as palavras paroxítonas não recebem acento gráfico. Assim como no caso das oxítonas CHAPÉU e HERÓIS acima, antes do Novo Acordo Ortográfico assinado em 2009, os ditongos abertos nas palavras paroxítonas eram também acentuados graficamente. Mas após o acordo, não recebem mais o acento agudo. Seguem a mesma regra: ASSEMBLEIA, IDEIA e JOIA.
ÓRFÃO –A terminação –ÃO nas palavras paroxítonas também exige a escrita do acento. Portanto, são também grafadas com acento: ÓRGÃO e SÓTÃO.
RUBRICA – A dúvida com relação a esta palavra é, em geral, sobre qual das sílabas é acentuada na fala. Como a sílaba tônica é a penúltima, -BRI-, ela não recebe acento gráfico. É comum, porém, que a palavra tenha a primeira sílaba, -RU-, pronunciada com mais intensidade; se essa fosse realmente a sílaba tônica, então ela receberia o acento agudo nessa sílaba.
GRATUITO – Caso semelhante ao anterior temos aqui. É preciso primeiro acertar a pronúncia, para então saber acrescentar acentos na escrita. Há quem acentue a letra I, separando as sílabas das vogais I e U, criando assim um hiato; se essa fosse a pronúncia correta, GRATUITO levaria acento na letra I, assim como SAÍDA e EGOÍSMO. Mas a pronúncia correta acentua a penúltima sílaba, que contém um ditongo, -TUI, e a palavra, portanto, não é escrita com acento.
ENJOO – Antes da recente reforma ortográfica, o primeiro O recebia o acento circunflexo. Como o acordo alterou a regra, passamos a grafar sem acento também: ABENÇOO e VOO.
POR / PÔR – O fato do acento circunflexo ter sido abolido das palavras acima não quer dizer que ele deixou de existir. Ele ainda marca a pronúncia fechada das vogais E e O (PORTUGUÊS e FÔRMA), a nasalização do A (CÂMARA), e atua como acento diferencial no caso da preposição POR e do verbo PÔR.
ÍNTERIM e PÊSSEGO – Temos agora duas palavras proparoxítonas, cujas antepenúltimas sílabas são pronunciadas mais intensamente. Nesse caso, elas levam o acento gráfico porque todas as palavras proparoxítonas são assim acentuadas. Veja: XÍCARA, ÚLTIMO e ADORARÍAMOS.
TREM – Como esta palavra possui apenas uma sílaba, nós não a tratamos como oxítona, acentuada na última sílaba, mas como monossílaba. E acentuamos graficamente apenas os monossílabos terminados nas vogais A, E, O, seus respectivos plurais, e ditongos abertos. Portanto, acentuamos: JÁ, PÁS, FÉ, PÉS, SÓ, NÓS, CÉU, VÉUS, MÉIS (plural de MEL), DÓI e SÓIS. Mas não levam acento gráfico os monossílabos terminados em –M, como TREM, UM e COM.
MAS / MÁS – Após a explicação anterior, podemos entender a acentuação gráfica em MÁS; talvez seja mais difícil entender por que também é possível escrever a palavra sem o acento… A palavra MÁS é um adjetivo, plural de MÁ, sinônimo de malvada. Já a palavra MAS é uma conjunção, que significa “porém”, e é um monossílabo átono, pronunciado de forma fraca, sem acento próprio.
A acentuação é, antes de tudo, a intensidade com que falamos determinadas palavras e sílabas. Como uma anotação musical, ela determina o ritmo da nossa fala, e impõe dessa forma, também as significações. Saber grafá-la na escrita é consequência.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...