Conto Natal com Jesus

Na residência dos Smith, Laura trabalhava sem parar, pois, a dona da casa pedira a ela que apressasse tudo, porque uma empresa viria fazer a ornamentação de Natal. Laura trabalhava ali há muito anos, e sempre prometia a si mesma que um dia iria poder enfeitar a sua casa com um lindo pinheirinho, um presépio com o menino Jesus. Tinha três filhos, que criava sem o pai, ele morrera em um acidente, não recebera nada e por isso, só tem tempo para o trabalho, cuida sozinha dos filhos adolescentes, sempre esperando um Natal melhor. O trabalho continuava em um ritmo acelerado, a casa estava muito movimentada com os preparativos para o Natal.
Ali tudo recendia o aroma de festa, portanto nada lembrava o espírito natalino.
Sem deixar o trabalho começou a rememorar sua vida de menina, quando o Natal era época de união, de oração, quando a família se reunia para preparar as bolachas pintadas com açúcares coloridos, o simples pinheirinho coberto com pedaços de algodão e alguns pirulitos. A alegria era enorme, as crianças vinham de outras casas para se confraternizarem juntas, cada família trazia algum alimento caseiro para juntar-se à grande mesa, que era montada na varanda, mas o menino Jesus não era esquecido, porque sabíamos que Ele é o aniversariante do Natal.
Foi interrompida pela voz de um funcionário que precisava de alguma informação, sobressaltada voltou à realidade.
No final do dia, a volta para casa era demorada e cansativa, mas preferia assim para ficar perto dos filhos.
Ao passar por uma loja, como era seu costume parou para admirar as árvores natalinas e os presépios, eram maravilhosos, ainda tinha esperança de um dia poder comprar o mais belo Menino Jesus, pensando assim, continuou a caminhar apressando o passo. Em sua casa, os filhos já adiantavam alguma coisa para comer, eram solícitos e ajudavam em que podiam. Eles sabiam que a mãe, em cada Natal sonhava em ter um presépio, ter Jesus em sua casa.
Na manhã seguinte, a rotina do trabalho se intensificava, muitos parentes da família dos Smith estavam chegando, ela não vencia fazer tantas coisas ao mesmo tempo, mesmo tendo mais empregados na casa, era a ela que todos se dirigiam. Cansada, mas nem percebeu a hora passar, a caminho de casa, não conseguiu como de costume admirar os presépios da loja, queria chegar e deitar um pouco antes de fazer alguma tarefa, ficou feliz ao ver que tudo estava pronto, seus filhos que já estavam em férias escolares se revezaram nas tarefas, assim ela agradecida pode descansar tranquilamente.
Os dias estavam voando e o Natal chegando. A casa dos patrões estava lotada, havia uma equipe preparada para atendê-los durante as festas, e assim Laura ficaria uns dias com seus filhos.

Naquele finalzinho de tarde, ao chegar em casa teve um sobressalto, pois as luzes estavam apagadas o silêncio era geral, ao abrir a porta chamou pelos filhos, a luz se acendeu e no meio da sala estava uma linda árvore coberta com pedaços de algodão, como era a árvore de sua infância. Seus filhos sabiam da história dos natais da mãe e fizeram lhe uma surpresa.

Laura quase sem fôlego sentou-se e ficou calada admirando estupefata aquela pequena árvore repleta de algodão, era a visão mais linda que tivera nos últimos dias. Então quase sem querer e soluçando ela disse baixinho:
-Filhos, e o menino Jesus?
Os três se ajoelharam diante dela e disseram:
– Mamãe, Jesus está no mais lindo presépio, ele está em nosso coração.
Ela então concordou, pois Jesus não precisa de lugar melhor que nosso coração.
Há tantos natais que passam e muitos nem sabem o verdadeiro motivo das festas, as crianças ganham seus brinquedos, seus presentes, mas não conhecem o significado deste dia santo.
Que possamos ser a morada definitiva do Mestre Jesus, e que sua manjedoura seja o acolhimento de todas as famílias, que haja paz e amor neste dia maravilhoso.
Feliz Natal com Jesus!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...