Dia do Rio

A secretária municipal de Educação de Porto União, Professora Aldair W. Muncinelli está se organizando com as lideranças de vários departamentos municipais e representantes de entidades, para a elaboração do planejamento das comemorações do Dia do Rio, que é um projeto de lei de autoria do vice-presidente do Poder Legislativo Municipal, vereador Christian Martins (foto). Entre as ações que celebram esse dia, está a valorização e a revitalização do Balneário, localizado no Bairro Santa Rosa, que no passado, era muito freqüentado por banhistas e desportistas. O projeto de Martins define que o Dia do Rio, será comemorado a cada dia 24 de novembro, com participação das Escolas e demais órgãos públicos municipais, que promoverão eventos alusivos a necessidade de preservação dos Rios do município, e também, incentivar o plantio de árvores, para a recuperação das matas ciliares.

Multas a pedestres e
ciclistas 1
A resolução 706/2017, que define as regras de multas para pedestres e ciclistas que andarem fora das áreas permitidas, foi divulgada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatram) e passam a valer dentro de 180 dias. As punições já estavam previstas no Código de Brasileiro de Trânsito (CBT), de 1997, mas não eram praticadas por falta de regulamentação.

Multas a pedestres e
ciclistas 2
Agora, o pedestre que atravessar fora da faixa, passarela, passagem subterrânea, ou ficar no meio da rua, será multado em R$ 44,19 reais, equivalente a 50% do valor da multa leve. Já, quem utilizar as vias sem autorização para práticas esportivas, desfiles, ou outras atividades, que prejudiquem o trânsito, deve pagar a mesma taxa.

Multas a pedestres e
ciclistas 3
Já, os ciclistas que andarem fora dos locais permitidos ou guiarem de “forma agressiva“, vão receber multa de R$ 130,16 reais, e a bicicleta poderá ser “removida“. A infração será considerada de gravidade média. De acordo com o Denatram, o agente de trânsito, ou autoridade que constatar uma infração, deverá preencher um “ auto de infração “ com nome completo, documento de identificação, e “ quando possível “ endereço e CPF do infrator. A autuação pode ser feita de forma eletrônica.

Voto coerente
Entre os deputados catarinenses que votaram pela continuidade das denúncias contra o Presidente Michel Temer aparece o nome do deputado Mauro Mariani, (PMDB), que votou contra na primeira denúncia. Agora, depois de pedir a renúncia coletiva da executiva nacional do PMDB, Mariani, votou a favor da investigação contra Michel Temer, denunciado pela Procuradoria–Geral da República, por obstrução da justiça e organização criminosa, pois, segundo ele, “agora surgiram elementos mais graves e fundamentos envolvendo a presidência e a cúpula do executivo. Precisamos ter coragem e responsabilidade com o Brasil.“ ressaltou Mariani.

Lei do Fiu-Fiu
Quem for flagrado passando uma “cantada“ em uma mulher, ou causando incômodo com palavras, gestos ou comportamento, será multado em R$ 280,00 reais. Isto vai acontecer em Curitiba, onde a vereadora Maria Letícia, apresentou projeto de lei propondo a penalidade. Até o “fiu-fiu“ entra na lista de punições. O “cantador“ que for flagrado praticando pela segunda vez, o delito, o que a parlamentar considera um assedio sexual, receberá multa de um salário mínimo. Resta saber, como essa lei, será fiscalizada.

Beto Richa anuncia construção de ponte
para São Cristóvão

O governador do Paraná, Beto Richa (foto) comunicou que virá para União da Vitória no próximo dia 23 de novembro, para assinar a autorização do processo licitatório para a construção da nova ponte sobre o Rio Iguaçu, ligando o centro de União da Vitória, com o populoso Distrito de São Cristóvão, que é maior que mais de 200 municípios do Estado do Paraná. Richa lembrou ainda, que esta será a segunda grande obra do governo paranaense na cidade, já que, a ponte Domício Scaramella, foi construída na gestão do então governador José Richa, seu pai.

Nova ponte
O valor da construção da nova ponte sobre o Rio Iguaçu, está orçado em cerca de R$ 35 milhões de reais, o governo bancaria 95% da obra, e, o município de União da Vitória, teria uma contrapartida de 5% do valor. Depois de muitos discursos e promessas por parte da classe política, parece que a construção da nova ponte pode começar a sair do papel, e se tornar uma realidade. Depois de concluída, a ponte deverá levar o nome do ex- governador do Paraná, José Richa, pai do atual governador Beto Richa. Sem dúvida, uma justa homenagem para um dos maiores e mais íntegros políticos que o Paraná já revelou, e que, quando governador, liberou muitas obra para a região.

Municipalização
O vereador Christian Martins (PMDB), vice-presidente do Poder Legislativo de Porto União, usou da palavra na tribuna da Câmara, para solicitar, por meio de requerimento – aprovado por unanimidade, que o prefeito Eliseu Mibach (PSDB), estude a viabilidade de municipalizar o processo de licenciamento ambiental, que atualmente é realizado pela Fatma, e que, segundo Martins, não consegue atender a demanda dos pedidos. Com a municipalização, o serviço seria agilizado, e quem viria a ganhar com isso, seriam os empresários, ressalta o vereador.

Pedidos
Com a vinda do governador Beto Richa para União da Vitória, no próximo dia 23 de novembro, nossos governantes poderiam aproveitar a boa vontade de Richa, para com nossa cidade, ao anunciar que vai assinar a autorização para o processo licitatório para a construção de uma nova ponte sobre o Rio Iguaçu, e deixar a timidez de lado, e solicitar a volta do Instituto de Criminalística, que nos foi tirado há muitos anos, e também, melhorar a estrutura da Polícia Civil, que, segundo o Delegado Titular, “é deficitária, e é da década de 1980, a população, aumentou 200%, e nós ficamos estagnados, estamos trabalhando com 50% (a metade) da capacidade de escrivães e falta de investigadores, acrescentado a obrigação de cuidar de presos, desde a alimentação, remoções, visitas médicas, com dentistas.” Como se vê, faz-se necessário, mais investimentos para a 4ª Subdivisão Policial de União da Vitória, onde os policiais civis se desdobram para poder atender os anseios da população.

Moções Honrosas
Na reunião realizada na semana passada, pela Câmara de Vereadores de Porto União, foram concedidas Moções Honrosas, a empresários e pessoas da sociedade. Essas condecorações, fazem parte da programação relativa às comemorações do Centenário de Emancipação do município. Receberam as Moções Honrosas, o Sargento Sandro Moeck Comandante da Polícia Militar Rodoviária de Porto União, a fisioterapeuta Vânia Rhinow, o Professor de Educação Física, Jorge Sérgio Schwartz, e os empresários Lodemir Canelo, Miguel Fronzoi e Alyson Abbas.

Indenização
Pacientes não atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) terão direito á indenização por danos morais e materiais do governo federal. Decisão foi tomada pelo Tribunal Regional Federal. Julgando recurso de uma moradora da cidade catarinense de Pomerode. Ela sofreu acidente, não foi atendida nos Hospitais conveniados pelo SUS, e teve que recorrer a Hospital particular de Blumenau. O Desembargador Federal Candido Leal Júnior, sustentou que a responsabilidade é da União.

DISSERAM … “Para os pobres, é dura Lex, sed Lex. A lei é dura, mas é lei. Para os ricos, é dura Lex, sed latex. A lei é dura, mas estica.” Fernando Sabino, escritor.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...