Dia Nacional das artes

No dia 12 de agosto, comemoramos o dia das artes, abrangendo todas as linguagens da arte, música, teatro, dança, artes visuais, fotografia, gravura, modelagem, escultura, cinema, quadrinhos, literatura, design, games, multimídias. ARTE é a busca do belo, do agradável.
Desde 1923, as artes foram enumeradas, de sete originais, outras mais foram agregadas, somando 11, atualmente. Esta data foi escolhida após a “Semana de Arte Moderna de 1922”.
De acordo com a legislação brasileira, o artista é o profissional que “cria, interpreta ou executa obra de caráter cultural de qualquer natureza, para efeito de exibição ou divulgação pública, através de meios de comunicação de massa ou em locais onde se realizam espetáculos de diversão pública”.
O artista usa de toda a sua imaginação, criatividade e talento para emocionar, chocar ou mesmo registrar momentos importantes da história da humanidade. A arte nasceu com o homem e permanecerá após a sua morte.
O Dia Nacional das Artes surgiu a partir do decreto de lei nº 82.385, de 5 de outubro de 1978, e a partir da Lei nº 6.533, de 24 de maio de 1978, regulamentaram a profissão de Artista e Técnico em Espetáculos de Diversões, além de mais de 100 outras funções que também podem estar inseridas no que seria considerado um trabalho artístico.
Expressão de um povo. Tradução do pensamento de uma época. Exteriorização dos anseios humanos. A arte, por sua função pura e simples, tem seu quê de poesia e divagação. Uma forma criativa e peculiar que o homem desenvolveu para se fazer entender, utilizando a beleza dos eufemismos e da subjetividade. O teatro, a literatura, as artes plásticas, o cinema. Cada qual com sua importância, cada qual com suas idiossincrasias.
O que vemos, quando admiramos uma arte, depende da nossa experiência e conhecimento, da nossa disposição no momento, imaginação e daquilo que o artista pretende mostrar. A Humanidade sempre usou as pesquisas em escavações para acompanhar sua evolução histórica. Sabemos que desde os mais remotos primórdios, o ser humano sempre desejou deixar gravado, para as gerações futuras, registros de como e onde viviam. Por isso, faziam desenhos e pinturas nas rochas. Os homens evoluíram, mas a curiosidade sobre seus ancestrais segue até hoje. Notamos que é com as artes dessas culturas que os processos evolutivos e de comunicação são comprovados, causando, por vezes, muitas polêmicas. No início do século XX, começou a se reconhecer os povos nativos como culturas diferentes das civilizações oficiais e suas contribuições sociais e ambientais deixadas pelos guerreiros que tiveram o sonho e as artes como professores.
Fonte: https://www.portalsaofrancisco.com.br/calendario-comemorativo/dia-nacional-das-artes

Eliziane Schaefer Buch – elizianebuch@gmail.com Licenciada em Artes Visuais pela UNC, pós-graduada em Metodologia da Ação Docente pela UNIUV, e Arteterapia pela Censupeg, bacharel em Ciências Econômicas pela FAE (Curitiba). Membro da Academia de Cultura Precursora da Expressão (ACUPRE), Associação dos Artistas Plásticos Amadeu Bona. Professora de Arte da SEED Paraná.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...