Fim ou começo de ano

 

Meados de dezembro. Férias escolares, enfeites de natal nas lojas, nas ruas, nas casas, tudo expressando alegria, satisfação, felicidade, esperança no futuro.
O dia me parece acinzentado apesar do brilho do sol. São turvas as imagens, não só as visuais, presenciais, mas também as da memória. São imprecisas assim como meus pensamentos. A tristeza amargura…
O final de ano sempre tão esperado, ansiedade para que as festas ocorram o mais depressa possível. Neste fim de ano que não foi o melhor, não ocorre o mesmo.
Muitos foram os fatos negativos que ocorreram durante o transcurso deste ano. Imaginando que na passagem de 2017/2018 com, foguetes espocando na passagem, votos venturosos de todos os familiares e outros, desejos de futuras conquistas, comer sete uvas para dar sorte, abraços, votos de todos os participantes da comemoração da passagem, tudo inútil, ou quase inútil, quando se vê os acontecimentos do ano que passou.
Hoje, com os olhos voltados para o passado próximo, vislumbrando o fim de ano vindouro, comparando com outros, a amargura toma conta do eu, lembrando de todas as alegrias dos festejos com a totalidade da família. Faltava ninguém, todos presentes.
Este fim de ano, relembrando, comparados os eventuais convivas presentes às festas, poucos serão os participantes. Uns porque estarão noutros sítios, outros porque não poderão estar presentes sujeitos à forças maiores, alguns exercitando a vontade, nós os primeiros, os velhos, amargando a falta de todos.
Certamente que o Bom Velhinho, o Papai Noel, deverá passar ao largo, longe da tristeza da festa dos solitários velhos. Os gritos, a algazarra, a “bagunça” dos filhos crianças, infantes, netos, que sempre dão vida ao natal e ao Ano Novo, se farão ausentes pela primeira vez. Não haverá sentido a Árvore de Natal, não haverá razão a distribuição de presentes, eis que ausentes os presenteados, não terá sentido o fim de ano. Se inexistente o fim que dizer do Ano Novo?

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...