Je vous salue Natalie…

… Eu vos saúdo Natalie. Saúdo porque você representa a modernidade e representa a renovação. Tem competência de sobra para nos representar e se preparou para isso, constando de seu vasto currículo um Mestrado em Administração Pública, na prestigiosa, Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Precisamos de jovens como você, cujo olhar é voltado para o amanhã, mas com os pés fincados no hoje, nas questões ambientais e na sustentabilidade e que são a garantia do futuro de nosso planeta.
Natalie é natural de União da Vitória, e fundadora do movimento Agora e será motivo de orgulho a termos como nossa representante no Congresso Nacional. Renovar é preciso, pois só a renovação nos assegurará uma Câmara Federal sem os vícios e o acomodamento daqueles que há muito se esqueceram da coletividade, pensando e olhando unicamente para seus próprios umbigos.
Está em nossas mãos mudarmos passar o Brasil a limpo. E o faremos elegendo Natalie Unterstell, em quem depositamos nossa confiança e nossa esperança.

 

Congresso Internacional de Educação…
…No dia 25 de setembro o acadêmico de pós-graduação em Didática e Docência pela Uniguaçu, Iago Vinicios Geller, sob orientação do professor Daniel Alberto Machado Gonzales, e co-orientação do professor Ludimar Pegoraro (UNIARP), participou do II EDUPALA (Congresso Internacional, Conhecimento Pertinente para a Educação da América Latina: Formação de Formadores) realizado entre os dias 24 e 26 de setembro, na cidade de Lages (SC).
Durante o evento, foi apresentado um estudo piloto intitulado “Comparativo do Desempenho dos Alunos de Nutrição (Uniguaçu), no Enade, após a Inserção de Simulados Preparatórios”. O trabalho teve por objetivo analisar o efeito da aplicação do DNA (Dia e Noite de Avaliação) no resultado do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). Este trabalho demonstrou a grande mudança no desempenho dos estudantes após a implementação do DNA na Uniguaçu.
Para o acadêmico, atualmente o sucateamento do ensino no Brasil é evidente. Contudo, a única saída para uma melhora é a preparação das gerações futuras. “No Ensino Superior o conhecimento à docência tem a ver com profissionalização e cidadania, isto é, produção e socialização de conhecimentos. Trabalhos como este demonstram que há uma preocupação com a qualidade do ensino e a formação social. Este estudo piloto é apenas para demonstrar a importância de estratégias em busca de uma melhor formação, outros trabalhos devem seguir a mesma linha para maiores conclusões”, relatou Iago.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...