Novas conjurações de um passado mantido eterno

Um dos lugares comuns que mais ouço desde que me mudei para as cidades irmãs do Vale do Iguaçu, busca explicar a conhecida pobreza de nossa região pelo fato de a mesma ter servido como um desafortunado palco para a Guerra do Contestado, no início do século XX. De fato, trata-se de uma idéia esposada não apenas pelos moradores de nossas cidades mas, também, por vários acadêmicos que, ao se debruçarem sobre as origens de nossos mais graves problemas sociais, não conseguem se furtar a recuar até este triste – e sangrento – episódio de nossa história. E nem poderia ser de outra forma. O conflito que vitimou milhares de caboclos em nossas matas traz em si os signos de uma sociedade nascida sob a escravidão e amadurecida sob uma república surgida com o objetivo declarado de branquear um país mulato e de modernizar uma sociedade considerada incivilizada. Para garantir a construção das largas avenidas que hoje adornam o centro do Rio de Janeiro (então capital do país), procedeu-se à derrubada de cortiços e moradias populares, criando as condições para o crescimento das primeiras favelas e levando os excluídos do belo cenário projetado pelas mentes mais brilhantes do urbanismo brasileiro de princípios do novecentos, a buscarem a resistência através do movimento conhecido como Revolta da Vacina. Não foram poucos os dias nos quais a então mais populosa cidade do país foi colocada em estado de sítio, resultando a repressão em prisões, espancamentos e mortes. Na Bahia, alguns anos antes, a garantia do direito de propriedade de coronéis oriundos do período colonial levou ao massacre de Canudos, uma comunidade formada por sertanejos miseráveis, desempregados e sem qualquer outra alternativa que não mendigar a própria sobrevivência. Acontecimento funesto narrado por Euclides da Cunha em um dos maiores clássicos da literatura nacional, o famoso “Os Sertões” que, convém lembrar, nasceu jornalístico e sem qualquer pretensão a servir de marco de qualquer movimento cultural nacional.
Enquanto isso, nas matas que até hoje nos cercam (ainda que profundamente modificadas pelo desmatamento promovido durante décadas), ex-escravos, índios e sertanejos buscavam recomeçar a vida o mais longe possível de um Estado que os desprezava como símbolo do atraso (nesse ponto o livro da historiadora Lília Schwartz, “O espetáculo das raças” é de leitura obrigatória) e oferecia a imigrantes estrangeiros as oportunidades de sobrevivência que negava aos nascidos em seu próprio solo. Originou-se desse esforço hercúleo nosso caboclo tão conhecido, até hoje inexplicavelmente estigmatizado com o adjetivo “fanático” a cada vez que é referenciado em conversas informais sobre o conflito que apagou seu passado, destruiu seu presente e condenou seu futuro. Seria cômico, se não fosse trágico, ver pessoas se referindo em tom pejorativo àqueles que só desejavam fugir do Estado brasileiro da República Velha, e que não enxergaram outra alternativa senão enfrentá-lo quando este os foi perseguir no meio da mata. Era necessário modernizar toda a região Sul. A ferrovia traria o progresso, a riqueza e o desenvolvimento a toda a região. A madeira seria a mola propulsora principal de uma nova era de prosperidade. Aos que aqui viviam não restava outra alternativa senão aceitar o promissor futuro imposto (o qual não lhes reservava qualquer lugar, obviamente) ou lutar pelo direito de continuar existindo. Pagaram com a vida, aos milhares, o preço do progresso já então expresso na reluzente bandeira republicana e até hoje não plenamente instalado na terra outrora regada em profusão com seu sangue.
Recuso-me a aceitar, contudo, que a causa de tal ausência resida no conflito há mais de cem anos concluído. Se é que se pode chamar conflito ao enfrentamento promovido por portadores de modernas metralhadoras contra possuidores dos quase míticos facões de madeira… Mas o fato é que, para um historiador, a afirmação de que um fato do presente se explique unicamente por um acontecimento ocorrido há um século simplesmente não faz sentido algum. Na verdade, a sensibilidade deste analista das coisas relacionadas à passagem do tempo sente-se ferida com a possibilidade de que alguém considere que uma realidade qualquer possa ser congelada e mantida no tempo, como se de nenhum esforço dependesse sua sobrevivência para além de qualquer transformação nas sociedades humanas. Simplesmente não é assim que funciona. Porque para que uma exclusão se mantenha ela precisa ser cultivada, reforçada, defendida daqueles que a pretendam eliminar. Quase como ocorre quando desejamos a sobrevivência de um vegetal – em nosso caso, uma erva daninha, evidentemente. E é esse esforço consciente pela conservação do que vem do passado que interessa compreender. Porque é graças a ele que o Contestado permanece vivo, múmia decrépita porém pulsante que caminha entre nós assombrando com seus trapos fétidos mantidos na moda pelos mesmos que se deslumbraram com suas cores lúgubres pelos últimos dez séculos. A ferrovia já não mais existe, mas a quimera do progresso e da riqueza que cobra seu preço em sangue e suor mal pago permanece mais atual que nunca, vitimando os mesmos caboclos não-brancos que, “fanaticamente”, seguem sua corrida desesperada buscando esconder-se daqueles que os perseguem para certificar-se de que continuem excluídos e invisíveis. A ordem ninguém contesta que sempre esteve garantida. Um túmulo em Irani o atesta. O progresso, contudo, segue sem mostrar sua cara no país onde o povo ainda sofre para que outros possam gozar, e onde a múmia do passado mantido vivo segue desfilando orgulhosa seus farrapos, enquanto aqueles que a conservam buscam novas formas de conjurar, ressuscitando, outras figuras macabras que possam, cobertas com as jóias apodrecidas dos tempos pré-abolição, agradar àqueles que insistem em renegar os ventos dos novos tempos. Que o façam em caráter íntimo não é algo que deva incomodar a quem quer que seja. Que o garantam em caráter público, negando a quem o deseje o frescor das coisas novas e dos nascimentos novos e legítimos, é algo que não se pode tolerar e que se deve combater com todas as forças. Com crucifixos. Com água benta. Com as ruas. Até a próxima.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


male-enhancement-pills   penis-enlargement-medicine   best-penis-enlargement-pills   male-enhancement-pills-that-work   penis-pills   best-erection-pills   penis-enlarger   penis-enlargment   best-sex-drugs   evermax-pill   penis-enlargements   hard-on-pills-that-work   enhanced-male-pills   male enhancement   penis extender   best male enhancement pills   penis enlargement medicine   best male enhancement   penis stretcher   penis enlargement pills   extenze reviews   penis extenders   sex pills   how to produce more sperm   extenze review   extenze male enhancement   male enhancement pills that work   bathmate results   male enlargement pills   male extra   extenze pills   how to increase semen volume   increase sperm volume   penis pills   volume pills   male enhancement pills that work fast   increase semen volume   bathmate before and after   best penis enlargement pills   male enhancement pill   penis enhancement   penis pump before and after   how to increase sperm volume   best budget penis pumps   enhanced male   best erection pills   bathmate review   best penis pumps   penis traction   how to produce more cum   male enhancement products   3 ways to increase seminal fluid   male enhancement pills over the counter   penis pump results   increase ejaculate   best sex pills   male enhancement reviews   how to produce more semen   dick pills   sex pills for men   penis enlargement pill   how to increase ejaculate volume   how to increase ejaculate   extenze side effects   huge ejaculation   penis enlargement pump   water penis pump   male enhancement supplements   do penis enlargement pills work   increase semen   bath mate   penis pump reviews   penis growth pills   best male enhancement pill   bathmate routine   size genetics   male supplements   male enlargement   male extra reviews   the best male enhancement pills over the counter   how fast does extenze work   how to ejaculate more   extenze results   penile extender   bathmate x30   max performer   best penis extender   bathmate reviews   semen volume   extenze extended release   penis pumps   dick enlargement   how long does it take for extenze to work   dick pumps   penile traction   big loads   best male enhancement pills that work   increase sperm volume pills   extenze pill   best male enlargement pills   male sex pills   penis strecher   home made penis pump   dick extender   cum pills   natural ways to increase seminal fluid   best penis enlargement   penis pump before after   penile traction device   best over the counter male enhancement   over the counter male enhancement pills   male extra review   vigrx plus review   does bathmate work   extenze directions   best penis   penis enlargement pills that work   volume pill   sex pill   male enhancer   increase cum   extenze ingredients   semen volumizer   increase semen production   do male enhancement pills work   enhancement pills   vigrx pills   penis enlargment pills   stamina pills   are penis pumps safe   cock pumps   darren jackson   best natural male enhancement   penis stretchers   best penis enlargement medicine   male enhancement drugs   how to increase sperm thickness   where to buy vigrx plus   best sex pills over the counter   sexual enhancement pills   increase ejaculation   increase cum volume   sexual enhancement   penis enhancers   hard on pills that work   enhancement male pill   extenze ingridients   extenze befor and after   malextra pills   extenz results   penis enlargements pumps   extenze ingredience   male enhancement pills   penis enlargement medicines   volumepills review   penis extender result   extenze ingredient   penis pump review   how to increase ejaculation volume   cock extenders   penis enlargement devices   vigrex tablets   how to increase semen amount   male performance pills   bathmate hydro   how to increase cum load   penis extenders reviews   best male enhancers   how to increase semen production   how to produce more seminal fluid   bathmate x40   male drive max   increase cum load   bathmate before after   volume increaser   produce more sperm   best male enhancement pills over the counter   max load pills   volume pills review   natural male enhancement herbs   delay pills for men last longer   cock stretcher   enhanced male pil   male enhancement pills free trials   penispumps   penis enlargement device   male sexual enhancement   extend pills   sex enhancement pills   all natural male enhancement   long sex pill   best male supplement   extenze maximum strength   do penis pills work   produce more semen   how to produce more seminal fluid naturally   increasing semen volume   penis extenders review   how to increase semen   best male enhancement pills 2019   male enhancement pills reviews   increase ejaculate volume   bathmate hydro pump   increase seminal fluid   natural male enhancement pills   hydro penis pump   vigrx reviews   do penis extenders work   over the counter male enhancement   male enhancements   top male enhancement pills   penis traction device   bathmate pump  

Carregando...