O turismo como investimento no futuro de nossas cidades

“O Sol estava radiante. Antes de atingir o rosto, seus raios passavam pelas árvores adquirindo uma coloração suave, que apenas acentuava o agradável efeito provocado por uma tarde de inverno de temperatura amena, nem fria, nem quente. Como consequência da vegetação fechada o ambiente caracterizava-se por um sutil jogo de luz e sombras memorável, poucas vezes igualado nos diversos lugares ao ar livre que já visitei. A trilha sonora, composta por cantos de pássaros variados e por um persistente som de água em queda apenas servia para antecipar o espetáculo que seguir-se-ia minutos mais tarde. A imponente cachoeira despencando dezenas de metros antes que suas águas retomassem o curso natural provoca uma impressão difícil de esquecer, principalmente àqueles que a contemplam pela primeira vez. O modo como um rio particularmente tímido vai ganhando ímpeto e vigor renovados à medida em que a queda se aproxima me pareceu particularmente curioso, e a culminância de tamanha agitação em um estrondo súbito – seguido da quase imediata volta à normalidade de uma correnteza tranquila, naturalmente me inspiraram naquele breve momento metáforas improvisadas acerca da realidade da existência humana. À frente matas quase infinitas rumam em direção ao horizonte, emprestando um novo sentido exclusivamente pessoal à palavra “infinito”. Árvores de uma variedade imensurável conferem ao quadro uma sinfonia de cores impossível de descrever, enquanto o rio abaixo (muito abaixo!) corre tranquilo, sumindo da vista sem que o observador sequer perceba. Trata-se de um cenário realmente admirável!
Às minhas costas, quase ofuscado por tamanho monumento (ainda que dotado de seus próprios encantos), jazem os restos de uma antiga pedreira abandonada. As imponentes paredes rochosas em formato de semi círculo dão asas à imaginação e permitem visualizar, com os olhos da mente, o intenso trabalho diário executado naquelas longínquas paragens do interior. Uma maior proximidade é impossibilitada pela vegetação aquática, signo inequívoco de um alagamento que impossibilita o acesso humano sem qualquer recurso a embarcações, mas não importa. A distância serve bem ao propósito de emprestar ao conjunto uma agradável harmonia visual. A qual atua maravilhosamente bem como o acessório ideal do quadro natural da cachoeira e do fundo infinito de vegetação esplêndida. Há, ainda, os recortes realizados na rocha para que os outrora insinuantes trilhos de ferro possam passar, impondo sua presença a um cenário que muito bem poderia prescindir deles. Não obstante, eles se encaixam bem na paisagem. Ah, como se encaixam! A conjunção quase perfeita entre natural e artificial, entre selva e civilização, entre humano e divino.
Quem me dera poder apreciar, um dia, o passeio de uma bruta locomotiva por estes caminhos tão belos. Uma espécie de conjunção única que remeteria ao clássico literário ‘A Bela e a Fera’ provavelmente se formaria ante meus olhos. Mas isso, hoje, parece acessível apenas aos sonhos. Ainda que belo, o quadro sofre a cada minuto a ação de um inimigo implacável, que atua constantemente no sentido de retirar seu brilho substituindo-o por outros, impossíveis de antecipar: o tempo. Contra seus efeitos, apenas a proteção da mão humana oferece antídoto eficaz. Mas esta não existe mais. Há muitos anos. Não que isso represente problema realmente sério já que, amante da natureza, sou convencido de que sua beleza atinge patamares que as realizações humanas jamais conseguirão atingir. Mas dói ver conjunto tão harmônico desaparecer pouco a pouco, sem que ninguém levante um dedo em nome de sua preservação. Quem sabe um dia alguém desperte e se ponha a trabalhar por este inigualável Quilômetro 13. Quem sabe um dia ainda vejo uma Maria Fumaça passar por aqui. Se é verdade que a vida só vale a pena ser vivida se puder ser, antes, sonhada, que eu possa sonhar então. Apenas mais um sonho dentre tantos outros. Oxalá eu possa, ao menos, continuar sonhando acordado enquanto aprecio este cenário incrível. Oxalá…”
Sim, os queridos leitores não se enganaram. Esta é a mesma coluna que semanalmente busca analisar temas da atualidade à luz dos tempos idos, na busca por lições valiosas que nos permitam entender o presente enquanto procuramos planejar nosso futuro. Peço desculpas pelo tom destes primeiros parágrafos, afinal não passo sequer perto de ser o poeta que desejara enquanto redigia estas linhas em meados de julho do ano passado, ansioso por registrar em palavras os sentimentos experimentados em minha primeira visita à Cachoeira da Pedreira, no Quilômetro 13. É certo que se tratam de palavras mal colocadas, de um esforço evidentemente mal sucedido de imprimir subjetividade à escrita, algo que não me foi ensinado ao longo de anos de treinamento na redação científica, ainda que relacionada a fatos humanos passados repletos de sentimento. Mas ainda hoje quando as leio, passado o impacto do primeiro encontro, identifico nelas a marca da sinceridade profunda e absoluta. E por isso decidi compartilha-las com vocês, dominando minha inevitável vergonha ao faze-lo.
Estas são as impressões de um “estrangeiro”, um recém chegado que passara os vinte anos anteriores de sua vida entre as avenidas congestionadas da maior metrópole do hemisfério sul e as não tão mais pacatas ruas de uma cidade de quase meio milhão de habitantes, ao contemplar pela primeira vez o cenário que, natural aos moradores de nossas cidades, passa despercebido à maioria deles. Para os que aqui nasceram ou moram há anos pode não fazer muito sentido lamentar a sorte do trecho de uma linha férrea que, afinal de contas, não possui mais qualquer utilidade econômica. Mas para alguém que vem de fora (tornando-se, deste modo, turista) trata-se de um cenário único, realmente inesquecível, o qual vale a pena pagar para conhecer. E aí podemos chegar facilmente à conclusão de que não se trata, afinal, de uma localidade que não possui mais qualquer vantagem econômica.
O turismo é uma atividade econômica vital em numerosas regiões do globo. Vários países têm nele a fonte de grande parte de seus rendimentos, e é possível defender que muitos perderiam muito de sua viabilidade financeira caso deixassem de investir na atração de viajantes estrangeiros. A Grécia é um ótimo exemplo. Afundada em grave crise desde 2008, é graças aos gastos realizados por viajantes em seu território que este histórico país balcânico está conseguindo se reerguer do mais duro golpe sofrido em toda a sua história independente. A questão por lá possui tanta importância que os recursos utilizados com a preservação de patrimônios históricos são considerados estratégicos, e em grande parte preservados mesmo sob as mais duras condições de contingenciamento. A Suíça é outro país largamente beneficiado pelos recursos trazidos por aqueles que visitam seus belíssimos cenários naturais, e na Espanha existem políticas públicas consistentes que pretendem tornar o país o destino predileto daqueles que buscam opções para suas viagens de férias. Apenas para ficar em alguns exemplos. Se assim é com nações inteiras, porque não pode haver esforço no mesmo sentido de cidades ansiosas por novas fontes de recursos financeiros?
Senão, vejamos. Nossas cidades são circundadas por dezenas (alguns amigos me falaram de mais de uma centena) de cachoeiras dignas de um interessantíssimo “tour” ecológico. A queda d’água da Pedreira, localizada no Quilômetro 13, é apenas uma dentre elas. Possuímos aqui uma variedade vegetal e animal fantástica. Em nossos bairros rurais encontramos espécies quase extintas em qualquer outro lugar do país (veio à mente de alguém o xaxim, tão comum em nossos bairros mais afastados mas raríssimo em outros lugares? E o que falar da Araucária?). A história de nossa região é única, e ainda conta com vários lugares que muito bem poderiam servir de pontos de parada de um “tour” histórico de dar inveja em muitas das maiores cidades do país (afinal, não são muitos os lugares que podem contar de memória as ocorrências de uma Guerra do Contestado; que podem afirmar que viram ocorrer o primeiro acidente relacionado à aviação militar do país; que pode se gabar de ter recebido a visita de um presidente dos Estados Unidos, ou de ter visto ecoar entre suas paredes o primeiro discurso de Getúlio Vargas após ter sido alçado à posição de chefe de Estado, em 1930. E o que falar da ferrovia e de sua acentuada importância para a história econômica do país no início do século XX? Ou do vau, uma das mais importantes passagens de um dos mais importantes caminhos do Brasil ao longo dos séculos XVIII e XIX? É simplesmente muita História…)
E o clima? Para quem sempre morou aqui pode parecer estranho, mas o fato é que existem cidades que vivem de vender o frio. Que muitas vezes sequer se compara com o que experimentamos por aqui. Campos do Jordão, em São Paulo, se orgulha de ser o ponto turístico preferido dos paulistanos que buscam o aconchego das cobertas, regado a bons vinhos e grandes doses de chocolate quente durante o inverno, oferecendo-lhes temperaturas que, nos melhores dias, podem chegar a seis graus… positivos. Quase posso ver o sorriso dos que me lêem neste momento. Pois é, trata-se de uma cidade que lucra muito com o turismo de inverno oferecendo um clima muito menos “invernal” que o nosso. Falo de Campos do Jordão porque é o caso que conheço melhor, paulista que sou. Mas sempre ouvi falar da famosa “serra catarinense” e de suas temperaturas baixíssimas que, na ponta do lápis, não são tão mais glaciais que as nossas. Então porque não transformar isso em um elemento de atração de turistas às nossas cidades? Frio acolhedor, belezas naturais em profusão, História inigualável, população incrivelmente hospitaleira… O que mais nos falta para inserir nossas cidades no roteiro turístico do Paraná, de Santa Catarina e, porque não, do Brasil? Preparar o futuro requer decisões e ações ousadas no presente. E, precisamos convir, investir em uma localidade com tamanhos predicados para torná-la turisticamente atrativa não oferece riscos tão grandes assim. Ao primeiro que dedicar-se à empreitada, fica minha oferta de todo o apoio possível e minha gratidão. Acrescidos do singelo pedido de uma boa garrafa de vinho e de um passeio de Maria Fumaça quando o sucesso chegar. Até a próxima!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


male-enhancement-pills   penis-enlargement-medicine   best-penis-enlargement-pills   male-enhancement-pills-that-work   penis-pills   best-erection-pills   penis-enlarger   penis-enlargment   best-sex-drugs   evermax-pill   penis-enlargements   hard-on-pills-that-work   enhanced-male-pills   male enhancement   penis extender   best male enhancement pills   penis enlargement medicine   best male enhancement   penis stretcher   penis enlargement pills   extenze reviews   penis extenders   sex pills   how to produce more sperm   extenze review   extenze male enhancement   male enhancement pills that work   bathmate results   male enlargement pills   male extra   extenze pills   how to increase semen volume   increase sperm volume   penis pills   volume pills   male enhancement pills that work fast   increase semen volume   bathmate before and after   best penis enlargement pills   male enhancement pill   penis enhancement   penis pump before and after   how to increase sperm volume   best budget penis pumps   enhanced male   best erection pills   bathmate review   best penis pumps   penis traction   how to produce more cum   male enhancement products   3 ways to increase seminal fluid   male enhancement pills over the counter   penis pump results   increase ejaculate   best sex pills   male enhancement reviews   how to produce more semen   dick pills   sex pills for men   penis enlargement pill   how to increase ejaculate volume   how to increase ejaculate   extenze side effects   huge ejaculation   penis enlargement pump   water penis pump   male enhancement supplements   do penis enlargement pills work   increase semen   bath mate   penis pump reviews   penis growth pills   best male enhancement pill   bathmate routine   size genetics   male supplements   male enlargement   male extra reviews   the best male enhancement pills over the counter   how fast does extenze work   how to ejaculate more   extenze results   penile extender   bathmate x30   max performer   best penis extender   bathmate reviews   semen volume   extenze extended release   penis pumps   dick enlargement   how long does it take for extenze to work   dick pumps   penile traction   big loads   best male enhancement pills that work   increase sperm volume pills   extenze pill   best male enlargement pills   male sex pills   penis strecher   home made penis pump   dick extender   cum pills   natural ways to increase seminal fluid   best penis enlargement   penis pump before after   penile traction device   best over the counter male enhancement   over the counter male enhancement pills   male extra review   vigrx plus review   does bathmate work   extenze directions   best penis   penis enlargement pills that work   volume pill   sex pill   male enhancer   increase cum   extenze ingredients   semen volumizer   increase semen production   do male enhancement pills work   enhancement pills   vigrx pills   penis enlargment pills   stamina pills   are penis pumps safe   cock pumps   darren jackson   best natural male enhancement   penis stretchers   best penis enlargement medicine   male enhancement drugs   how to increase sperm thickness   where to buy vigrx plus   best sex pills over the counter   sexual enhancement pills   increase ejaculation   increase cum volume   sexual enhancement   penis enhancers   hard on pills that work   enhancement male pill   extenze ingridients   extenze befor and after   malextra pills   extenz results   penis enlargements pumps   extenze ingredience   male enhancement pills   penis enlargement medicines   volumepills review   penis extender result   extenze ingredient   penis pump review   how to increase ejaculation volume   cock extenders   penis enlargement devices   vigrex tablets   how to increase semen amount   male performance pills   bathmate hydro   how to increase cum load   penis extenders reviews   best male enhancers   how to increase semen production   how to produce more seminal fluid   bathmate x40   male drive max   increase cum load   bathmate before after   volume increaser   produce more sperm   best male enhancement pills over the counter   max load pills   volume pills review   natural male enhancement herbs   delay pills for men last longer   cock stretcher   enhanced male pil   male enhancement pills free trials   penispumps   penis enlargement device   male sexual enhancement   extend pills   sex enhancement pills   all natural male enhancement   long sex pill   best male supplement   extenze maximum strength   do penis pills work   produce more semen   how to produce more seminal fluid naturally   increasing semen volume   penis extenders review   how to increase semen   best male enhancement pills 2019   male enhancement pills reviews   increase ejaculate volume   bathmate hydro pump   increase seminal fluid   natural male enhancement pills   hydro penis pump   vigrx reviews   do penis extenders work   over the counter male enhancement   male enhancements   top male enhancement pills   penis traction device   bathmate pump  

Carregando...