Quando foi mesmo que mudamos?

Final de ano tem-se o hábito de buscar a retrospectiva e análise dos acontecimentos do que ocorreu no país, no mundo, em nossas vidas. Se voltarmos lá atrás, muito antes de 2017, podemos começar tentando lembrar quando nos tornamos o que nos tornamos, quando passamos de mais ou menos corretos e bonzinhos para horríveis, ruins e péssimos. Sim, horríveis, ruins e péssimos mesmo e agora depressivos pessimistas. Correndo aleatoriamente os olhos pelas manchetes que passaram diante da vista, escolhemos algumas para ilustrar um pouco o que foi esses últimos tempos.
A política nos lega os mais variados temas e enriquece o absurdo da falta de estratégia para o clima, meio-ambiente, economia, educação, segurança e saúde, além do respeito básico ao ser humano. Empresários unidos, fundidos e confundidos com políticos e homens públicos, tomaram de assalto esse país e estenderam seus tentáculos mundo afora. Isso não é necessário comentar; está dia sim, outro também em todas as mídias desde muito tempo, o tempo todo. “RENÚNCIA FISCAL DE + DE 1 TRILHÃO” para empresas estrangeiras que venham explorar o petróleo no pré-sal. Enquanto o mundo investe em energias alternativas como a EÓLICA para combater o efeito estufa, nós fazemos o caminho inverso e exploramos a energia fóssil, que comprovadamente traz efeitos maléficos ao meio ambiente.
Seguramente os investimentos em energias alternativas irão minguar e o efeito estufa aumentar. “PARTIDOS VÃO DAR PRIORIDADE À REELEIÇÃO NA DIVISÃO DE FUNDO PARTIDÁRIO” – para não perder espaço no poder junto ao congresso nacional e estadual, os partidos políticos vão direcionar a verba partidária visando reeleger os atuais detentores de mandato eletivo, portanto caros amigos, renovação não acontecerá. Alguma dúvida? “PSDB FECHA QUESTÃO A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA” – o partido que se “afastou” do governo atual decidiu que punirá os parlamentares que votarem contra a reforma da previdência, isto é, os que foram eleitos pelo povo com o compromisso de defendê-lo, ficam proibidos de assim fazê-lo.
Acreditava que ao se eleger um parlamentar, o fazíamos na esperança que ele defendesse os interesses da população, mas enfim, creio estava equivocado. “71% DOS JUÍZES RECEBEM ACIMA DO TETO DE R$ 33,7 MIL” – receber remunerações superiores ao teto constitucional é regra, não exceção. Sem comentário! “REFORMA DA PREVIDÊNCIA FOI ADIADA PARA NÃO CONSTRANGER PARLAMENTARES” – objetivo único dessa decisão foi para que no final de ano e período de férias dos parlamentares em campanha em suas bases eleitorais visando 2018, não sejam constrangidos com cobranças sobre um tema que desagrada a todos e possam trafegar e circular por aeroportos de forma tranqüila e então, quando fevereiro chegar, sacrifica-se o povo. Simples! “LULA CONVOCA MILITÂNCIA PARA GUERRA EM PORTO ALEGRE” – prevendo pela confirmação da sentença determinada em 1ª Instância no Paraná, em que o ex-presidente Lula foi condenado a nove anos e seis meses de prisão, o também condenado José Dirceu em liberdade condicional aguardando novos julgamentos e a Senadora Gleisi Hoffmann investigada e com depoimento já marcado junto com seu marido o ex-ministro Paulo Bernardo, conclamam a militância Lula petista e simpatizantes a invadirem Porto Alegre para fazer pressão terrorista aos juízes daquele tribunal que sabidamente deverão confirmar a sentença proferida por Sérgio Moro.
Teríamos manchetes a não acabar nunca, bizarras ou simplesmente curiosas, capaz de nos propiciar as mais variadas análises, mas vamos encerrar com a que considero a mais emblemática de todas, cuja reflexão deixo a critério de cada um, de forma individual, obrigatória e intransferível. “CRIANÇAS APEDREJAM PAPAI NOEL” – um Papai Noel foi apedrejado por crianças depois que as guloseimas que distribuía de um trenó em cima de um veículo, acabaram. As crianças de 9 a 12 anos protestaram e lançaram pedras contra o bom velhinho.
O que festejamos mesmo em 25 de dezembro?

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...