O início do fim

A grande mídia, aquela que atinge todo o país de forma instantânea mostra de forma contínua e ininterrupta alguns pontos específicos de modo repetitivo, constante. A notícia é a mesma, as regiões é que são diferentes. Os postos de combustíveis, as grandes filas de veículos na expectativa de conseguir abastecer, o mau humor dos motoristas desses veículos por permanecer aguardando por horas e quando o combustível termina não conseguiram encher seu tanque.

A palavra mais repetida é “combustível”. É esse o único efeito colateral do movimento? Esse é o único efeito da paralisação? A motivação é somente essa? Quer se desviar o foco quer se creditar aos caminhoneiros todos os transtornos que nesse momento aparecem, mas que somente estavam camuflados por debaixo do tapete da corrupção e da incompetência.

Há muitos anos não se tem remédio suficiente em postos de saúde; há muito tempo alunos sequer tem salas de aula para estudar; desde sempre professores não recebem o salário minimamente justo para sustentar suas famílias e muito menos para buscar melhor formação e assim transmitir com sabedoria seu conhecimento; ambulâncias insuficientes e quebradas sem condições de circular a décadas, junto com viaturas policiais e investimentos pífios em todas as áreas vitais da sociedade brasileira.

Agora a culpa disso e de tudo que está acontecendo é dos caminhoneiros que pararam há 7, 8 dias. Eles não causaram isso; isso apenas ficou visível aos olhos da nação de uma forma clara e inequívoca nesse momento. Os caminhoneiros apenas nos abrem os olhos para que possamos enxergar e identificar quem realmente faz mal ao país.

O Governo que aí está é o responsável pelo que estamos vivendo, esse governo junto com os governos anteriores, não apenas do PT – apesar desse ter o mérito de agravar nossas mazelas de uma forma extremamente veloz e com um grau de crueldade maior – mas junto com todos os que os antecederam. Esse governo que ora ocupa os palácios tanto no Distrito Federal como nos Estados é o mesmo que ocupa o Congresso Nacional e as Assembléias Legislativas Estaduais. São todos iguais, tem a mesma formação e o mesmo objetivo: chegar ao poder e nele se perpetuar. Pior que um governo ruim, incompetente e desprovido de qualquer tipo de gestão, pior que um político ruim, incompetente, egoísta e corrupto – que elegemos – é um governo e um político omisso. A omissão é pecado capital e a omissão dos mandatários dessa nação nos conduziu ao que estamos vivendo.

E o que temos para hoje, senhores e senhoras, é isto, um bando de políticos omissos, ladrões do suor de um povo, vampiros de uma nação. O Presidente Temer foi eleito por um grupo comuno-socialista, isso é inegável. Os que votaram na Dilma reclamam do Temer, esquecendo e até negando que quando votaram nela elegeram o atual presidente.

Camuflaram sua real ideologia naquele momento porque lhes era conveniente e foi uma estratégia bem sucedida, reconheça-se. Com o passar do tempo mostraram sua verdadeira face e foram revelando sua real intenção, mas conforme esse mesmo tempo foi passando parece-me que o povo foi chegando à conclusão que não era isso que desejava e também foi mudando – isso só vamos ou não comprovar em outubro de 2018.

Quando vamos entender que Dilma caiu, Lula foi preso, Geddel Vieira e Cunha estão sendo processados, Gleisi Hoffmann e Aécio Neves estão no bico do corvo, Alckemin foi denunciado e todos são candidatos de novo e fazem parte da mesma turma, com a mesma vontade e com um só objetivo? – O poder pelo poder; o poder para ter o poder de nada mudar; o poder de poder continuar lesando um país inteiro.

O bem que os caminhoneiros estão nos fazendo é enorme, mostrando que quem realmente pode mudar esse país somos nós, mas para isso precisamos nos engajar, sermos solidários, participativos e também não aceitar que aproveitadores cobrem R$ 6 reais, por um pé de alface, R$ 10 reais pelo quilo de tomate, R$ 9 pelo litro de gasolina, R$ 7 pelo leite, nem podemos ser egoístas e irmos para os supermercados abarrotar carrinhos com compras de fardos de arroz, caixas e caixas de leite, pacotes de massa, quilos de bolachas, sacos de batatas e com isso causar e acelerar o desabastecimento de gêneros alimentícios. Eu vi gente comprando 20 pacotes de sal! Quanto tempo dura um pacote de sal para sua família?  Tem muita gente que há muito não tira o carro da garagem, mas foi para a fila encher o tanque.

Chego a pensar que deve ter gente que até comprou carro só para freqüentar a fila no posto de combustível! Precisamos mudar e mudando, agir. Sejamos solidários e fraternos; sejamos tolerantes sem deixar de sermos firmes; sejamos éticos, corretos e principalmente sejamos justos se quisermos com justiça mudar esse país. Repito, os caminhoneiros nos abriram os olhos, cabe a nós querer ou não enxergar.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...