Richa em União da Vitória

Na sua última semana como governador do estado – vai deixar o governo para disputar uma vaga no senado da República – Beto Richa esteve em União da Vitória, na manhã do último sábado, 31, onde, em cerimônia realizada no Aeroporto Municipal José Cleto, ele assinou a tão aguardada ordem de serviço para a construção da nova ponte, sobre o Rio Iguaçu, que vai ligar o centro da cidade, e o Distrito de São Cristovão, o mais populoso, do município, com uma população estimada em mais de 25 mil habitantes. Richa, que veio para União da Vitória de carro, em virtude do mal tempo, assinou também, o contrato de renovação de prestação de serviços de captação, tratamento de água, e tratamento de esgotamento sanitário, entre a Sanepar e a Prefeitura de Porto União, que se encontrava vencido há mais de 13 anos.

Estilo Bolsonaro 1
O deputado federal, Jair Bolsonaro, que é pré – candidato a presidente da República, ao conversar com a imprensa, na sua visita a Curitiba no final da semana, defendeu o armamento da população. O polêmico político afirmou que essa é a melhor forma de combater crimes como o feminicídio. “Você prefere ter um papel com uma lei na sua bolsa, ou uma pistola? Nós temos direito ao porte de arma de fogo, com algumas restrições, em relação ao porte, mas é necessário”, afirmou.

Estilo Bolsonaro 2
Bolsonaro participou de um almoço em um tradicional restaurante no Bairro de Santa Felicidade, onde cerca de duas mil pessoas estiveram no evento. Vários dos simpatizantes de Bolsonaro estavam fardados e armados. O pré-candidato chegou a dizer que da próxima vez gostaria de ver pelo menos 200 pessoas armadas, quando retornar a Curitiba.

Crime e castigo 1
Escrevo minha coluna antes do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre o polêmico pedido de Habeas Corpus, para o ex-presidente Lula escapar da prisão. Agora, que história é essa? Quer dizer que no Brasil de hoje, os tribunais mais elevados do Poder Judiciário podem optar por aplicar ou não aplicar uma lei?

Crime e castigo 2
Até parece que, no caso da condenação do ex-presidente Lula, a lei que está em vigor não vale. Não há mais fatos a se discutir, as provas contra ele foram julgadas, após seis meses pelos três desembargadores do TRF-4, todos os direitos a ampla defesa foram amplamente exercidos, e agora, a única coisa a se fazer é executar a sentença. A melhor forma de punir alguém por um ato ilegal cometido é exigir que se cumpra a lei, dentro do estado democrático de direito.

Crime e castigo 3
Isso aconteceu com Lula, que foi julgado e condenado e com pena aumentada e confirmada em segunda instância. Se há razoabilidade no STF, Lula deve ser preso, para não desmoralizar ainda mais o Poder Judiciário. Afinal, somos ou não somos iguais perante a Constituição, independente de cor, credo ou posição social?

Atual
“Sem educação generalizada nunca haverá boas eleições; portanto é preciso atender o mais possível a essa importantíssima consideração.” O conselho faz parte de uma carta redigida em 25 de março de 1876, por D. Pedro II, a princesa Isabel, que o substituía, na época, como Regente do Brasil.

Disseram… “Somos o único caso de democracia no mundo, em que é possível que condenados façam seus Habeas Corpus, ou legislem para mudar a lei e serem libertados.” Joaquim Barbosa, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Carregando...